Notícias

Vitória capacita profissionais da saúde em manejo clínico da dengue

Publicada em 07/02/2024, às 16h25

Por Jucilene Borges (jmoborgeseira$4h064+pref.vitoria.es.gov.br), com edição de SEGOV/SUB-COM


  • Saúde e bem-estar

André Sobral
Manejo Clínico das Arboviroses
André Sobral
Manejo Clínico das Arboviroses

Profissionais da área que atuam nas unidades de saúde e pronto atendimentos de Vitória, além de hospitais do município, participaram, nesta quarta-feira (7), de uma capacitação para o manejo clínico de arboviroses, como o vírus da dengue, zika, chikungunya.

A capacitação, promovida pela Secretaria de Saúde de Vitória (Semus), aconteceu na Escola Técnica do SUS e teve como palestrante o médico infectologista Dr. Talib Moussalem. 

Estiveram presentes a secretária de Saúde de Vitória, Magda Lamborghini, o procurador-geral de da cidade, Tárek Moyses Moussalem, a promotora de Justiça, Drª Inês Thomé Poldi Taddei e a gerente de Vigilância em Saúde de Vitória, Geane Sobral.

Em 2024, foram notificados 1.471 casos de dengue, sem registro de óbitos. Em 2023, foram notificados 20.356 casos de dengue, com seis óbitos confirmados pela  doença.

"A qualificação dos nossos profissionais é uma ação contínua no município. Necessitamos de uma rede atenta para garantir o melhor atendimento aos nossos pacientes. Não queremos perder nenhuma vida para o mosquito! Precisamos da mobilização de toda a sociedade para, juntos, enfrentarmos essa batalha contra a dengue", ressalta Magda.

A promotora de Justiça Inês Thomé Poldi Taddei acompanhou a capacitação dos profissionais e parabenizou o município pela iniciativa. "É fundamental esse evento que está acontecendo no município de Vitória. Precisamos capacitar e treinar os profissionais da saúde para que possam prestar o melhor atendimento para a população que vai procurar as unidades de saúde e os prontos atendimentos". 

"A preocupação com a dengue é muito grande. Hoje, nós já estamos vendo, nacionalmente, alguns estados em situação crítica de saúde. Aqui, no Espírito Santo, nós ainda estamos no contexto preocupante, mas não alarmante. Mesmo assim, precisamos nos preparar, capacitar, para não deixar que o pior aconteça",.

Prevenção

A principal forma de evitar a doença é a eliminação dos potenciais criadouros do mosquito transmissor. O inseto se reproduz em locais com água parada, por isso, é importante tomar alguns cuidados como manter as caixas d'água tampadas, secar pneus e protegê-los da chuva, limpar calhas da residência e manter piscinas limpas e com água tratada.

Ações educativas

Profissionais de saúde também estão nas ruas, praças e locais de grande circulação de pessoas para alertar a população sobre a dengue. Com maquetes e abordagens educativas, os profissionais explicam como combater o mosquito Aedes aegypti.

Nesta quinta-feira (8), haverá uma ação educativa dentro do Supermercado Carone de Jardim da Penha e, na sexta-feira (9), no supermercado BH, também em Jardim da Penha.


Voltar ao topo da página