Emprego

Desde a emissão da carteira de trabalho até o requerimento do seguro-desemprego, passando por programas de inserção no mercado, a Prefeitura presta assistência adequada para o desenvolvimento da vida profissional dos cidadãos.

Vitória tem agência de emprego especial para pessoas com deficiência

Carlos Antolini
Curso de informática para pessoas portadoras de deficiência

Desde setembro de 2013, Vitória conta com uma Agência Municipal do Trabalhador especializada para pessoas com deficiência. O Sine especial funciona no Centro de Referência para a Pessoa com Deficiência (CRPD), no Bairro Segurança do Lar.

A agência encaminha o trabalhador para o mercado, habilita desempregados para receber o seguro-desemprego, orienta sobre o Programa Menor Aprendiz e oferece cursos de qualificação específicos para quem tem algum tipo de deficiência.

No local, também são promovidas oficinas profissionalizantes durante todo o ano, como técnicas de artesanato, massagem e informática, e palestras sobre o mercado de trabalho e a busca do primeiro emprego.

Atendimento do Sine

Encaminhamento ao Mercado de Trabalho, toda quarta-feira, das 8 às 16 horas

Última atualização pela SEMCID em 06/06/2024, às 19h36

Saiba como requerer o seguro-desemprego

Elizabeth Nader
Atendimento na Agência Municipal do Trabalhador

O seguro é um benefício de assistência financeira temporária oferecido ao trabalhador que ficou desempregado. O benefício varia de acordo com a faixa salarial e pode ser pago em até cinco parcelas, conforme o tempo de trabalho do beneficiário.

Para ter acesso ao seguro-desemprego, o trabalhador precisa fazer o agendamento on-line, em agendamento.vitoria.es.gov.br e escolher o item "Trabalhador" e em seguida "Seguro-desemprego" e clicar em "Próximo" e seguir o passo a passo.

Será preciso fornecer o nome completo, o CPF e um número de telefone. O agendamento é pessoal e intransferível. Serão realizados 60 agendamentos diários. Após o agendamento, no dia marcado, o trabalhador para dar entrada e ter acesso ao seguro-desemprego deverá comparecer à Agência Municipal do Trabalhador (AMT) munido dos seguintes documentos originais:

  • Carteira de Trabalho;
  • Carteira de Identidade;
  • CPF;
  • Requerimento de seguro-desemprego via WEB, fornecido pela empresa
  • Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho (TRCT), fornecido pela empresa;
  • Comprovante de saque do FGTS ou extrato analítico de conta do FGTS atualizado (fornecido pela Caixa Econômica Federal);
  • Comprovantes de escolaridade e residência.

A documentação é analisada por um atendente da AMT e, estando corretas as informações, é encaminhada para a habilitação do seguro. Cada caso é analisado com base nos critérios para concessão do benefício estipulados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Em caso de deferimento, define-se o valor mensal e por quanto tempo o trabalhador receberá o benefício.

O valor mensal mínimo a ser concedido ao trabalhador é de um salário mínimo e o máximo, de dois salários mínimos. Já o número de parcelas varia entre três e cinco. Mais informações na página da internet do Ministério do Trabalho e Emprego.

Mais informações: (27) 3132-5310.

Última atualização pela SEMCID em 05/06/2024, às 14h34

Voltar ao topo da página