Notícias

Vitória amplia ensino em tempo integral e entrega notebooks a professores

Publicada em 22/11/2022, às 18h50 | Atualizada em 24/11/2022, às 09h41

Por Brunella França (blfrancaeira$4h064+pref.seme.vitoria.es.gov.br), com edição de Andreza Lopes


  • Educação de qualidade

Leonardo Silveira
Entrega de Notebooks para Professores de Vitória
Entrega de Notebooks para Professores de Vitória. (ampliar)
Leonardo Silveira
Entrega de Notebooks para Professores de Vitória
Entrega de Notebooks para Professores de Vitória. (ampliar)

A maior entrega em tecnologia para a rede de ensino de Vitória. O programa Conecta VIX, um pacote de investimentos que soma cerca de R$ 70 milhões, entregou plataformas TiX Letramento e tablets com internet a estudantes, computadores tipo desktop para unidades de ensino e agora repassa aos profissionais da educação notebooks com internet.

São 4.735 notebooks para disponibilizar a professores, profissionais das unidades de ensino e servidores da Secretaria de Educação de Vitória (Seme), somando R$ 23.297.099,65 em investimento.

A solenidade de entrega foi realizada nesta terça-feira (22), no auditório da Prefeitura Municipal de Vitória, com a presença do prefeito Lorenzo Pazolini, da secretária de Educação, Juliana Rohsner, e outras autoridades municipais.

"Esse momento foi construído a várias mãos, com diálogo e respeito, sabendo que uma cidade é construída no dia a dia. Nosso desafio à frente da mais jovem metrópole do Brasil é preparar os nossos estudantes para a vida e o mercado de trabalho. Aproveito esse momento para agradecer a vocês pelo trabalho nas nossas unidades de ensino. O que nós queremos é construir uma cidade coletiva, uma cidade mais igual. A revolução que estamos fazendo com a tecnologia para a educação só se justifica com o esforço de vocês em sala de aula. Estamos levando dignidade para as pessoas, respeito às comunidades e em todas as regiões da cidade. E só conseguimos isso com planejamento, gestão e seriedade com o recurso público. Nosso compromisso é com a educação pública de qualidade", destacou o prefeito.

Os notebooks estão sendo entregues aos servidores conforme cronograma estabelecido pela Seme, mediante assinatura de um termo de concessão de uso. Os equipamentos adquiridos para uso dos profissionais têm processador AMD Ryzen 3 com 8 GB de memória ram, SSD de 256GB, com sistema operacional Microsoft Windows 10, mouse óptico, bolsa de transporte, e ainda um pen modem de tecnologia 4G com plano de dados.

"Agradeço ao prefeito Lorenzo Pazolini por dar prioridade à educação e nos dar condições de fazer os investimentos em infraestrutura, tecnologia e alimentação escolar. A tecnologia está nas nossas vidas e precisa estar nas nossas salas de aula, precisamos pensar em novos recursos pedagógicos, precisamos aliar a tecnologia para a aprendizagem. Já entregamos as plataformas TiX Letramento, os tablets com Internet aos estudantes, os computadores de mesa e, hoje, finalizamos a entrega do pacote de tecnologia com os notebooks para os nossos profissionais. Queremos que todos os nossos estudantes aprendam. Queremos que todos os nossos profissionais tenham condições de ensinar, de impactar positivamente todas as crianças e estudantes matriculados em nossa rede", pontuou a secretária Juliana.

Plano Vitória

A compra dos 4.735 notebooks integra o Plano Vitória, com investimentos de R$ 1 bilhão, até 2024, lançado pelo prefeito Lorenzo Pazolini. O Plano Vitória é fruto do ajuste fiscal e financeiro realizado pela atual gestão e prevê ações em educação, saúde, infraestrutura, mobilidade, urbanização, habitação, equipamentos esportivos e culturais e tecnologia.

"Primeiro a gente tem que sonhar, para acreditar e executar. Em nome dos Cmei e Emef, quero agradecer ao prefeito e à secretária por esse grande dia. A tecnologia nas unidades de ensino é muito importante. Em muitas unidades de ensino, é o espaço onde as crianças e estudantes têm acesso ao computador, ao tablet. Esse equipamento fará muita diferença. Muito obrigada por esse olhar diferenciado para a educação", disse a diretora Delza Nascimento, à frente do Cmei TI Dom João Batista da Motta e Albuquerque.

A Seme já entregou, no decorrer do ano de 2022, 25 mil tablets para uso dos estudantes do Ensino Fundamental, um investimento de R$ 25.598.700. Foram entregues também 3 mil computadores tipo desktop, substituindo os que estavam nas unidades de ensino, sendo investido um total de R$ 15.701.550.

A secretaria também realizou a compra de 54 plataformas Tix Letramento para atendimento aos estudantes da Educação Especial. Um investimento de R$ 2.319.570, as plataformas já estão disponíveis e os profissionais da rede estão em fase de formação para uso desse recurso com os estudantes.

Perguntas e respostas sobre os notebooks

Quem receberá os notebooks este ano?

No primeiro momento, farão jus ao recebimento do equipamento de informática os servidores efetivos, celetistas, comissionados e cedidos, incluindo assistentes administrativos e bibliotecários.

Os servidores contratados em regime de designação temporária que atuam nas unidades de ensino de Vitória somente receberão os equipamentos a partir de 2023.

Como será a cessão de uso?

Os notebooks são de propriedade do município de Vitória e permanecerão na posse dos profissionais, a título de concessão de uso, podendo retirar os equipamentos das dependências das unidades onde prestam seus serviços, após assinatura do Termo de Concessão do Bem Móvel. Caso não tenha interesse, é necessário assinar o Termo de Recusa e os que não desejarem permanecer com o equipamento, devem entregá-lo com o Termo de Devolução devidamente preenchido.

O termo de cessão ficará vinculado à matrícula do servidor.

Qual o procedimento em caso de algum defeito do notebook?

Ao ser constatado alguma anormalidade/defeito no equipamento do/a servidor/a, o mesmo deverá entregá-lo à unidade de ensino, que deverá comunicar à Secretaria de Educação através do e-mail notebook@edu.vitoria.es.gov.br, e encaminhá-lo à Coordenação de Tecnologias Educacionais para que a garantia seja acionada para manutenção e/ou substituição do equipamento.

E em caso de perda ou furto?

Será preciso que o servidor registre um Boletim de Ocorrência junto à Polícia Civil, comunique o fato à chefia imediata por escrito com uma cópia do registro da ocorrência. Caso não seja encontrado, o servidor será responsável por ressarcir o município.

Como proceder caso haja algum problema com o pen modem?

Caso o pen modem (pacote de dados) seja perdido ou furtado, estiver com defeito físico, for inutilizável ou não funcionar, caberá ao gestor da unidade de ensino solicitar transferência da linha para o e-mail notebook@edu.vitoria.es.gov.br, informando a unidade de ensino, o número do ICCID, telefone e nome completo do servidor para contato. A Coordenação de Tecnologias Educacionais efetuará a ação de bloqueio do pacote e solicitará uma nova linha à empresa responsável pelo pacote de dados.

Tempo Integral

Novidade para o ano letivo de 2023! A modalidade tempo integral na rede de ensino de Vitória será ampliada de quatro para 16 unidades, além de outras oito em transição, com turmas de tempo integral e parcial (matutino e vespertino) para o próximo ano, resultando em mais 2.177 vagas nesta modalidade. Essa é mais uma importante entrega da atual gestão, que iniciou os trabalhos na capital com quatro unidades de ensino em tempo integral em funcionamento.

Desde 2021, a Secretaria de Educação de Vitória (Seme) ampliou em 4.256 vagas a oferta dessa modalidade de ensino. A partir do próximo ano, serão 10 Centros Municipais de Educação Infantil em Tempo Integral (Cmei TI) e seis Escolas Municipais de Ensino Fundamental em Tempo Integral (Emef TI).

"A ampliação do tempo integral é uma das metas da gestão do prefeito Lorenzo Pazolini. Ano passado, regulamentamos, por meio de lei, o funcionamento das unidades de Educação Infantil nessa modalidade. Implementar uma política pública de tempo integral implica assumir compromissos com o esforço contínuo de eliminação de desigualdades que são históricas, na medida em que se orienta pela superação das barreiras para o acesso e a permanência das crianças na escola. É também uma forma de diminuir as desigualdades educacionais em cada território, com foco nas especificidades de sua população, identificando as potencialidades das dinâmicas locais e do exercício da cidadania", destacou a secretária de Educação, Juliana Rohsner.

Conheça as novas unidades de ensino em tempo integral de Vitória:

  • Cmei TI Álvaro Fernandes Lima, em Bela Vista: 297 vagas
  • Cmei TI Carlita Corrêa Pereira, na Piedade: 167 vagas
  • Cmei TI Jacyntha Ferreira de Souza Simões, em Goiabeiras: 150 vagas
  • Cmei TI Luiza Pereira Muniz Corrêa, em Mário Cypreste: 125 vagas
  • Cmei TI Maria Goretti Coutinho Cosme, no Cruzamento: 212 vagas
  • Emef TI Paulo Reglus Neves Freire, em Inhanguetá: 422 vagas

As matrículas

A prioridade para as vagas são de crianças e estudantes já matriculados nessas unidades de ensino. No período de rematrícula, que vai até esta sexta-feira (25), as famílias que já têm crianças ou estudantes matriculados na rede podem pedir transferência interna, caso tenham interesse em matricular no tempo integral, para o ano letivo de 2023. A transferência só é efetivada caso haja vaga na unidade de ensino de interesse.

A rede de Vitória já tem como unidades de tempo integral os Cmei TI Aécio Bispo dos Santos, em Jaburu; Dom João Batista Motta e Albuquerque, na Praia do Suá; Menino Jesus, no Centro; Robson José Nassur Peixoto, no Forte São João; e Silvanete da Silva Rosa da Rocha, em Comdusa. Além das Emef TI Anacleta Schneider Lucas, na Fonte Grande; Eunice Pereira Silveira, em Tabuazeiro; Izaura Marques da Silva, em Andorinhas; José Lemos de Miranda, em Comdusa; e Moacyr Avidos, na Ilha do Príncipe.

Considerando as dez unidades que já atendem em tempo integral, as sete que iniciam a modalidade no próximo ano e as turmas integrais nos Cmei, serão 5.387 matrículas em tempo integral na rede de Vitória em 2023. A meta da gestão, até 2024, é ampliar para 30 as unidades em tempo integral na rede de ensino de Vitória.

Turmas integrais

Ao todo, oito unidades de Educação Infantil começarão 2023 em processo de transição do tempo parcial, com turmas no matutino e no vespertino, e também com turmas já frequentando em tempo integral.

Os Cmei são:

  • Carlos Alberto Martinelli de Souza, de Gurigica
  • Dr Denizart Santos; na Ilha do Príncipe
  • Dr Thomaz Tommasi, em Joana D'Arc
  • Lídia Rocha Feitosa, em Jesus de Nazareth
  • Magnólia Dias Miranda Cunha, na Ilha das Caieiras
  • Maria Nazareth Menegueli, em Santa Martha
  • Terezinha Vasconcellos Salvador, no Romão
  • Valdívia da Penha Antunes Rodrigues, em Santos Dumont

Jornada ampliada

Além do tempo integral, na Educação Infantil também haverá a oferta de jornada ampliada em 2023.

"Essa é uma demanda social. O critério de seleção para as vagas da jornada ampliada considera, sobretudo, famílias em situação de vulnerabilidade social ou de risco. O horário de permanência na unidade de ensino é das 8h às 18 horas. As matrículas abertas nessa modalidade são a partir do grupo 3", explicou a subsecretária de Gestão Educacional, Fabíola Risso.

As famílias com crianças regularmente matriculadas na rede já fizeram inscrição para a jornada ampliada ainda no mês de outubro.

Ao todo, são 16 Cmei com oferta de jornada ampliada no próximo ano letivo. São eles:

  • Anísio Spínola Teixeira, em Resistência
  • Darcy Vargas, em Bela Vista
  • Dr Pedro Feu Rosa, em Bonfim
  • Eldina Maria Soares Braga, em Grande Vitória
  • Georgina da Trindade Faria, em São José
  • Gilda Athayde Ramos, em São Pedro
  • Laurentina Mendonça Corrêa, em Consolação
  • Nelcy da Silva Braga, em São Cristóvão
  • Ocarlina Nunes Andrade, em São Cristóvão
  • Odila Simões, em Do Quadro
  • Padre Giovanni Bartesaghi, em Santo André
  • Rubens Duarte de Albuquerque, em Itararé
  • Sinclair Phillips, em Caratoíra
  • Sophia Musengny Loureiro, em Da Penha
  • Yolanda Lucas da Silva, em Inhanguetá
  • Zélia Vianna de Aguiar, em Santa Luíza
Entrega de Notebooks para Professores de Vitória

Voltar ao topo da página