Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Projovem do Centro realiza roda de conversa sobre prevenção do suicídio

Publicada em 24/09/2019, às 16h05

Por Paula M. Bourguignon (pmacbourguignon@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Guiomedce Paixao

Crás centro com pró jovem na prevenção do suicídio

Jovens que frequentam o Cras do Centro refletiram sobre prevenção ao suicídio e como reconhecer sinais de quem está precisando de ajuda

Guiomedce Paixao

Crás centro com pró jovem na prevenção do suicídio

Jovens Cláudio Faria e Luiz Otávio aprovaram a iniciativa e destacaram a importância de conversar com outros jovens

Com o objetivo de conscientizar os jovens sobre a prevenção ao suicídio, o Projovem do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do Centro fez uma roda de conversa na manhã desta terça-feira (24). A ação vai ao encontro do movimento Setembro Amarelo.

Os psicólogos do Cras Rodrigo Ferreira Bezerra e Luciana Stefenoni e a educadora social do Projovem Camila Simões promoveram uma reflexão, de forma lúdica, sobre situações da convivência familiar e comunitária entre os jovens e oportunizaram que eles compartilhassem os seus sentimentos. Também foram exibidos vídeos.

"Quando estamos sozinhos no escuro do nosso quarto, vêm os pensamentos. É similar a uma prisão psicológica. Em alguma situação de perda, o melhor a se fazer é abraçar e conversar com a pessoa", disse Cláudio Faria, de 16 anos.

"O medo que eu tenho hoje em dia é de perder alguém da minha família. Às vezes, as pessoas se sentem tristes ou sozinhas por não terem ninguém para conversar sobre o que está acontecendo", afirmou Luiz Otávio Martins, 13.

Sinais

"Conheça os sinais de alerta que as pessoas vão apresentar no seu dia a dia. Por exemplo: se a pessoa não quer tomar banho, não quer cortar o cabelo ou se não quer viver mais, isso já demonstra algum tipo de insatisfação e deve procurar ajuda. Existem outros caminhos a seguir que não seja o suicídio. Às vezes, a pessoa precisa de acompanhamento e deve buscar ajuda de um profissional. O que cada um tem não pode ser ignorado ou julgado", explicou o psicólogo Rodrigo Ferreira Bezerra.

Limite

"Em um momento da vida, nos cobramos muito estarmos sempre bem dispostos e felizes. Mas somos seres humanos e temos o nosso limite. Vocês ainda são jovens. A maturidade nos faz perceber isso. Acreditem, vocês podem ajudar o outro a enxergar isso", ponderou a psicóloga Luciana Stefenoni.

Prevenção

"Estamos aqui hoje, principalmente, para falar sobre a prevenção do suicídio. Tem muita gente ainda que acredita que esse assunto tem que ser escondido. Mas precisamos conversar também sobre isso com os jovens para que eles consigam lidar com as suas frustrações e com as questões do cotidiano e para que eles consigam contribuir com a escuta do outro", explicou a educadora social Camila Simões.

Guiomedce Paixao

Crás centro com pró jovem na prevenção do suicídio

"Às vezes, a pessoa precisa de acompanhamento e deve buscar ajuda de um profissional", disse Rodrigo

Guiomedce Paixao

Crás centro com pró jovem na prevenção do suicídio

"Precisamos conversar também com os jovens para que eles consigam lidar com as suas frustrações", afirmou Camila


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site