Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Professor da rede municipal leva 1º lugar no Prêmio Shell de Educação Científica

Publicada em 06/12/2019, às 18h06

Por Alan Rodrigues Costa (akrcosta@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi

Com colaboração de Luís Oliveira


  • Educação de qualidade

Imagem divulgação

Prêmio Shell

Professor Rinaldo Pevidor (no fundo da foto, à esquerda) recebeu premiação do Prêmio Shell de Educação Científica 2019 (Ampliar imagem)

Divulgação Seme

Ensino de História e Cultura Afrobrasileira na Emef Heloísa Abreu Júdice de Mattos

Professor utilizou o jogo de origem africana chamado "Mancala" para motivar os alunos no processo de aprendizagem da disciplina Matemática (Ampliar imagem)

O professor Rinaldo Pevidor Pereira, da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Heloísa Abreu Júdice de Mattos, em Inhanguetá, foi o grande vencedor do Prêmio Shell de Educação Científica 2019.

A cerimônia de premiação ocorreu na noite desta quinta-feira (5), no Hotel Sheraton, na Praia do Canto. O professor levou o 1º lugar pelo projeto em que utilizou o jogo de origem africana chamado "Mancala", para motivar os alunos no processo de aprendizagem da disciplina Matemática.

Como forma de apoio ao projeto, a escola confeccionou tabuleiros esculpidos em madeira para fomentar a prática do jogo.

"O projeto teve a contribuição de toda a comunidade escolar, alunos e professores. A palavra é gratidão, por todos que acompanharam o desenvolvimento do meu trabalho na rede de Vitória. Sou muito grato também pelo apoio que tive da escola, que criou um momento favorável", ressaltou o professor.

"Foi uma mudança de postura, de um professor tradicional para um professor que ensina a Matemática articulada com as outras áreas do conhecimento. Além disso, também queríamos valorizar a cultura negra como um todo, no contexto escolar. Fico feliz por poder compartilhar a experiência com outros professores de Matemática que estão abraçando a causa e também levando para suas escolas", completou.

Metodologia

Por intermédio de situações concretas do jogo, foram construídos conhecimentos matemáticos, como probabilidade, estimativas, operações aritméticas, cálculo mental e desenvolvimento do raciocínio lógico e matemático, entre outros.

A criação do projeto foi estimulada a partir de uma lei que dispõe sobre a inclusão da temática “Ensino de História e Cultura Afro-brasileira” no currículo do ensino público e privado.

Motivação

De acordo com o professor Rinaldo, a atividade foi fundamental para estimular os alunos no aprendizado da Matemática.

"Percebemos como resultado o aumento da autoestima da maioria dos alunos em relação à Matemática. Temos tal percepção no cotidiano escolar pelo envolvimento dos alunos com o jogo e com os conteúdos, bem como nos resultados das avaliações”, completou.

Além disso, no campo do ensino de história e cultura afrobrasileira, ele afirma que o jogo possibilitou que fossem trabalhados valores civilizatórios afrobrasileiros, como circularidade, ancestralidade, oralidade e partilha.

Premiação

Além do reconhecimento por ser o 1º colocado de um prêmio tão importante, o professor Rinaldo Pevidor Pereira recebeu uma premiação em dinheiro e também uma viagem educativa para Londres, na Inglaterra. A Emef Heloísa Abreu Júdice de Mattos recebeu um Datashow e um kit multimídia.

Prêmio Shell

O Prêmio Shell de Educação Científica foi criado como forma de incentivo e valorização de professores das áreas de ciências e matemática no Rio de Janeiro e no Espírito Santo, premiando projetos de educação que utilizam metodologias diferenciadas, possibilitando novas formas de ensinar e de aprender.


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site