Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Poesias, histórias de vida e discursos feitos em Libras marcam formatura no CRPD

Publicada em 01/11/2019, às 17h56 | Atualizada em 05/11/2019, às 19h10

Por Edlamara Conti (econti@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Elizabeth Nader

Formatura do curso de libras no CRPD

Alunos dos cursos de Libras do CRPD receberam certificados em tarde festiva (Ampliar imagem)

Elizabeth Nader

Professora de Libras sendo aplaudida na Formatura do curso no CRPD

Cerimônia de formatura foi integralmente bilíngue, interpretada pelos próprios alunos (Ampliar imagem)

O Centro de Referência da Pessoa com Deficiência (CRPD) de Vitória ficou lotado, na tarde desta sexta-feira (1º), na solenidade de formatura do curso de Libras.

Além dos 105 formandos, das turmas de nível básico e intermediário, familiares e representantes de organizações sociais participaram da cerimônia integralmente bilíngue, interpretada pelos próprios alunos.

O evento contou com várias apresentações. Com dificuldades para falar desde criança, o aluno João Leno Fernandes Peres contou a história de isolamento social e preconceito que viveu até conhecer Libras e poder se comunicar e expressar sentimentos com as mãos.

Por meio de sinais, deixou clara a importância da língua de sinais para sua vida: como todas as pessoas, os surdos precisam viver, trabalhar, criar e se comunicar com o mundo, o que fazem com as mãos.

Elizabeth Nader

Masé Pimentel na Formatura do curso de libras no CRPD

Atriz Masé Pimentel fez apresentação em Libras pela primeira vez (Ampliar imagem)

Elizabeth Nader

João Leno Peres na Formatura do curso de libras no CRPD

Aluno João Leno Fernandes Peres contou a história de isolamento social e preconceito que viveu até conhecer Libras (Ampliar imagem)

Apresentação

A atriz e radialista Masé Pimentel, acostumada a falar para o grande público, sentiu-se desafiada ao se apresentar em Libras pela primeira vez. Ela fez o curso básico e já quer partir para o intermediário, para poder atuar como intérprete.

"Descobri que falar com as mãos é difícil, é muita responsabilidade, mas é muito bonito. Aprender Libras me possibilitou conhecer um mundo completamente diferente de tudo o que eu estava acostumada", disse.

Filme

A cerimônia ainda contou com dois alunos interpretando uma cena do filme Frozen e, como toda formatura, teve a vez dos discursos das oradores das turmas e todas se emocionaram em suas falas, devidamente interpretadas pelos colegas.

"Desejo que todos tenham o desejo de aprender Libras, a segunda língua no Brasil. Que todos nós sejamos instrumentos para essa inclusão", resumiu Verusca Monteiro, uma das oradoras.

Crescimento

Antes da entrega dos certificados, a professora Luce Matilde Wandermurem Nogueira, que é surda, falou do crescimento das turmas ao longo do curso. "Nas primeiras aulas, vocês estranham os sinais, questionam e sugerem mudanças. Com o tempo, vão percebendo que a língua é muito bem estruturada e que expressa da forma como o surdo entende", contou.

E concluiu: "Precisamos de mais pessoas conhecendo Libras, atendendo os surdos nos consultórios médicos, nos shoppings, nas igrejas, nos táxis e no aeroporto".

Elizabeth Nader

Veruska Monteiro na Formatura do curso de libras no CRPD

"Que todos nós sejamos instrumentos para essa inclusão", resumiu Verusca Monteiro, uma das oradoras de turma (Ampliar imagem)

Elizabeth Nader

Formatura do curso de libras no CRPD

Ao todo, 105 alunos, dos cursos de nível básico e intermediário, formaram-se em Libras no CRPD (Ampliar imagem)


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site