Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Pessoas em situação de rua externam emoções com oficina de estêncil

Publicada em 08/11/2019, às 13h34 | Atualizada em 08/11/2019, às 18h54

Por Paula M. Bourguignon (pmacbourguignon@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Guiomedce Paixao

Cescla pintura de stencil

Pessoas em situação de rua participaram de oficina de estêncial no Núcleo de Convivência de Jardim da Penha

Guiomedce Paixao

Cescla pintura de stencil

"Podemos estar na batalha e na dificuldade que for, mas sabemos que isso passa", afirmou Walisson

As pessoas em situação de rua acompanhadas pela Escola da Vida tiveram a oportunidade de externar seus sentimentos e emoções através da oficina de estêncil, na manhã desta sexta-feira (8), no Núcleo de Convivência de Jardim da Penha, que funciona no Centro de Evangelização Santa Clara (Cescla).

Trata-se de uma técnica para aplicar um desenho ou ilustração que pode representar uma palavra, um símbolo ou alguma figura representativa através da aplicação de tinta. O estêncil pode ser aplicado, por exemplo, no tecido de uma roupa.

Hoje os assistidos estamparam nas camisas personalidades marcantes, como Nelson Mandela, Martin Luther King, Bob Marley e Carolina de Jesus.

A oficina é uma iniciativa da Escola da Vida em parceria com o Grupo Girassóis Ações Solidárias e a Pastoral Povo na Rua de Jardim da Penha.

Direitos Humanos

"Escolhi o Nelson Mandela pelo significado que ele representa, por ser um dos símbolos dos Direitos Humanos e pela sua luta por igualdade racial. Podemos estar na batalha e na dificuldade que for, mas sabemos que isso passa e há outras lutas que ainda vamos enfrentar", disse Walisson Gean da Silva, de 43 anos.

Mãe

"Escolhi uma imagem para me recordar da minha mãe. Ela significa tudo para mim. Se ela estivesse viva, talvez eu não estaria passando por tudo que estou vivendo, desempregado e tendo que morar novamente com minha irmã e meu cunhado. Se ela estivesse viva, diria que a amo muito", declarou Carlos Alberto Cordeiro, de 64 anos.

Potencial

"Utilizamos a técnica do estêncil pois ela possibilita várias aplicações, como colocar em uma camisa, pode fazer uma bandeira, um quadro, uma tela, um pano de prato, ou seja, pode fazer o que vier na cabeça. As artes utilizadas foram todas relativas a algo positivo. Na semana passada, utilizamos palavras como sabedoria, harmonia, paz e alegria para que, quando o assistido vestir algo que goste, transmita uma mensagem positiva para quem está lendo. Trabalhamos também o coletivo, para que eles possam trocar ideias sobre seus desenhos e desenvolver o seu potencial em particular", comentou o instrutor de estêncil Adriano Costa.

Mudança

"Queremos despertar neles ideais de paz, alegria, afeto e igualdade social. A intenção é que os assistidos nunca desistam de seus sonhos e que essa situação que eles estão hoje é provisória. Uma oficina tem que estar estar ligada à outra, para mostrar para eles que é possível mudar a história e escrever as suas próprias narrativas de vida", ponderou a psicóloga da Escola da Vida, Carla Campos.

Guiomedce Paixao

Cescla pintura de stencil

"Escolhi uma imagem para me recordar da minha mãe. Ela significa tudo para mim", disser Carlos Albert

Guiomedce Paixao

Cescla pintura de stencil

"As oficinas mostram para eles que é possível mudar a história e escrever as suas próprias narrativas de vida", disse Carla Campos


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site