Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Escola da Vida inicia projeto "Moeda Vida Nova" e leva dignidade a assistidos

Publicada em 06/09/2019, às 16h56

Por Paula M. Bourguignon (pmacbourguignon@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Paula Bourguignon

Assistidos Moeda Vida Nova

Assistidos participaram de roda de conversa com Guiomedce, que superou a situação de rua

Paula Bourguignon

Assistidos Moeda Vida Nova Personagem: Guiomedce

Guiomedce perguntou a cada participante o que cada um faria com uma nota de R$ 50,00

Assistidos da Escola da Vida e algumas pessoas que já superaram a situação de rua participaram do projeto "Moeda Vida Nova", no Centro de Evangelização Santa Clara (Cescla), nesta sexta-feira (6).

O projeto visa estimular escolhas e decisões desse público, além de proporcionar dignidade. Vai funcionar desta forma: os assistidos ganham uma moeda - um "bônus - por cada atividade que participarem, pontualidade e para quem levar alguém para acompanhar o projeto. Na última sexta-feira de cada mês, os assistidos podem trocar por livros, roupas ou alguma mercadoria no local.

Roda de conversa

Hoje, os participantes tiveram uma roda de conversa com o servidor da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e fotógrafo Guiomedce Paixão, que falou um pouco da sua experiência de vida e como superou a dependência química. Com uma nota R$ 50, ele perguntou às pessoas o que cada uma faria com essa quantia.

"Qual o valor de R$ 50 na sua vida? O que você faria? Compraria comida, uma roupa? Mesmo uma nota rasgada, amassada ou dobrada, a nota tem o seu valor. Assim é cada um aqui. Podem estar destruídos, mas vocês têm seu valor perante Deus. Eu fiquei sete anos nas ruas por conta da dependência química. Hoje tenho um emprego público. Mas tudo depende das atitudes que eu tomei na minha vida", disse Guiomedce.

Livre arbítrio

"Cada um de nós tem o livre arbítrio de fazer suas escolhas. Eu estava destruído, mas decidi me empoderar para vencer. Para superar, precisamos equilibrar o espírito nesta vida", explicou Guiomedce.

Investir

"Embora more com meus filhos, hoje, se tivesse R$ 50, iria pedir ajuda para comprar no supermercado uma cesta básica ou ter algum material para investir esse dinheiro", disse Paulo Fernandes Lima Pereira, de 64 anos.

Casa própria

"Estou vendendo bala nas ruas de Jardim da Penha para juntar dinheiro para comprar minha casa própria. Fiquei cinco anos nas ruas. Atualmente, estou morando na Ilha do Príncipe com meu marido. Quero muito ter minha família e conquistar meus dois filhos de volta", explicou Débora Celia da Silva, de 23 anos.

Dignidade

"A Escola da Vida trabalha na perspectiva de garantir o direito dessas pessoas em situação de rua, seja nas questões de saúde, assistência social ou alguma documentação, tudo isso com o foco de inseri-las no mundo do trabalho. Realizamos semanalmente diversas palestras e oficinas que possibilitam esse despertar das habilidades que cada um tem", explicou a coordenadora da Escola da Vida, Marli de Faro.

O projeto Moeda Vida Nova é uma iniciativa da Escola da Vida em parceria com o Grupo Girassóis Ações Solidárias e a Pastoral Povo na Rua, de Jardim da Penha.

Paula Bourguignon

Assistidos Moeda Vida Nova Personagem Debora

"Estou vendendo bala nas ruas de Jardim da Penha para juntar dinheiro para comprar minha casa própria", disse Débora

Paula Bourguignon

Assistidos Moeda Vida Nova  Personagem Paulo

Paulo Fernandes ouviu a orientação do ex-assistido e destacou que usaria o dinheiro para comprar uma cesta básica


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site