Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Coronavírus: telemedicina ajuda a otimizar atendimentos a partir desta terça

Publicada em 23/03/2020, às 22h06 | Atualizada em 24/03/2020, às 13h17

Por Giovana Rebuli Santos (girsantos@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


  • Saúde e bem-estar

Divulgação Segov

Central do 156 para atendimento do Coronavírus

Médicos darão orientações e farão monitoramento de pacientes com sintomas de coronavírus por meio do 156

A partir desta terça-feira (24), começa a funcionar em Vitória o sistema de telemedicina. Quem ligar para o Fala Vitória 156 com sintomas respiratórios terá acesso ao serviço.

A nova modalidade de atendimento prevê que médicos da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) orientem e monitorem pacientes por telefone durante a pandemia do coronavírus. O atendimento acontece das 8 às 22 horas, de segunda a sexta-feira.

"É um dos passos mais importantes que nós estamos dando. Trabalhamos muito nesses últimos dias para concluir o mais rápido possível e já vamos começar a atender por telemedicina. Mais importante agora é que a gente possa evitar a transmissão do vírus de pessoa pra pessoa. Então, todo o serviço que puder ser feito com pessoas que precisam de atendimento médico a distância (por telefone ou telemedicina), nós estamos dando uma grande contribuição para a diminuição da transmissão do vírus. Vitória vai iniciar os atendimentos de telemedicina, que já eram previstos desde o início do ano - nós estávamos trabalhando nessa direção -, só que agora nós aceleramos e concluímos isso com mais rapidez devido à emergência da pandemia do coronavírus", disse o prefeito de Vitória, Luciano Rezende.

E completou: "A orientação é que você não saia de casa pra procurar a unidade de saúde ou pronto-atendimento sem antes ligar para o 156. Se você ligar para o 156, vamos te colocar no processo de telemedicina com um médico que vai atendê-lo nos casos que forem necessários, a distância, sem a necessidade de você sair de casa pra ir a uma unidade de saúde ou pronto-atendimento".

A medida, reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pelo Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo (CRM/ES), tem como principal objetivo evitar o contato entre pessoas saudáveis e pacientes com o coronavírus.

"Essa é mais uma ação para evitar a disseminação desse vírus entre as pessoas na capital", explica a secretária de Saúde de Vitória, Cátia Lisboa.

Como funciona

Os profissionais de Enfermagem que estão atuando nos atendimentos do 156 acerca do coronavírus seguirão um checklist para confirmar alguns sintomas e situações suspeitas e então encaminharão o usuário para atendimento por telefone com um médico da rede.

Nessa teleconsulta, omédico fará a avaliação do paciente, registrando as informações em um formulário eletrônico e informando os casos suspeitos à Vigilância Epidemiológica e às unidades de saúde da capital.

O médico poderá orientar o paciente apenas por telefone ou encaminhá-lo para uma unidade de saúde para atendimento presencial. "Em todos os casos, serão dadas orientações gerais, além das orientações específicas como sinais de alerta e possibilidade de nova avaliação quando desejado ou se houver mudança no quadro clínico", explica Cátia.

Profissionais de saúde das unidades de saúde farão o telemonitoramento, por meio do qual irão acompanhar e monitorar os pacientes suspeitos e em isolamento, observando a evolução dos sintomas tanto do paciente quanto do restante da família que convive com ele.

Esses médicos e enfermeiros das teleconsultas e telemonitoramentos são servidores da Secretaria Municipal de Saúde de Vitória (Semus) que estão em home office por estarem no grupo de risco do coronavírus. "Em princípio, teremos apenas esses profissionais atuando nessas modalidades. Mas se for preciso, iremos reforçar a equipe de saúde com novos profissionais”, declara Cátia.

O que é Telemedicina

Telemedicina, ou Telessaúde, é uma modalidade de atendimento em que o profissional de saúde pode atender não presencialmente um paciente.

O Conselho Federal de Medicina, através do ofício CFM Nº 1756/2020 – COJUR, em caráter de excepcionalidade e enquanto durar a batalha de combate ao contágio da COVID-19, reconheceu a possibilidade e a eticidade da utilização da telemedicina, além do disposto na resolução CFM nº 1.643, de 26 de agosto de 2002.

Na mesma linha, o Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo, através da instrução normativa CRM/ES nº 01, de 19 de março de 2020, disciplinou sobre a Telemedicina no Espírito Santo, sobre orientação e monitoramento a distância no período de pandemia.

Diante do cenário mundial e local, Vitória vem instituindo uma série de medidas e estratégias de enfrentamento à doença, com foco na ampliação da assistência e do acesso da população à saúde.

Assim, as novas modalidades de atendimento permitirão esses benefícios, além da estratificação de risco e identificação precoce de casos graves, com direcionamento adequado do munícipe.


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site