Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Vitória tem motivos para comemorar o Dia Internacional das Cidades Educadoras

Publicada em 30/11/2018, às 18h30 | Atualizada em 30/11/2018, às 18h42

Por Naira Scardua (nascardua@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Carlos Antolini

PROJETO PENSO, LOGO RESPEITO CMEI DR. TOMMASI

Projeto "Penso, logo respeito" (Ampliar imagem)

André Sobral

AERÓBICA NOTURNA

Aeróbica Noturna (Ampliar imagem)

Você sabe por que Vitória é uma cidade educadora? Porque proporciona aos moradores várias oportunidades de aprendizagem na vivência e no cotidiano da cidade. Nesta sexta-feira (30), é comemorado o Dia Internacional das Cidades Educadoras.

Vitória, como sede da rede brasileira, tem sido reconhecida internacionalmente pelas ações desenvolvidas em diversas áreas. Veja abaixo:

Diversidade

O projeto "Penso, logo respeito", de incentivo à diversidade racial no Cmei Doutor Thomaz Tommasi, em Joana D’Arc, ganhou destaque no programa de Fátima Bernardes, na TV Globo.

As professoras e a pedagoga da unidade decidiram investir no tema quando viram que as crianças não aceitaram muito bem ao ver fotos de príncipes e princesas negros. "Eles tinham uma visão dos desenhos da Disney, com personagens brancos, louros, de cabelo liso e olhos claros", explicou a professora Lívia Costa Araújo.

Por isso, foi realizado o trabalho de resgate da autoestima e valorização da beleza e da cultura do povo negro.

Esporte e lazer

Vitória tem várias atividades de esporte e lazer que proporcionam qualidade de vida e saúde, além de maior envolvimento do morador com os espaços públicos.

Como muitas pessoas não conseguem praticar atividades físicas durante o dia por conta do trabalho, a Prefeitura oferece diversas aulas noturnas de ginástica, natação, circuito, hidroginástica e dança. O projeto Aeróbica Noturna, que conta com 20 núcleos espalhados pela cidade, também foi ampliado.

Os moradores aproveitam as 49 Academias Populares da Pessoa Idosa, duas Academias Praça Saudável (Goiabeiras e Tancredão) e sete Academias Populares (Horto de Maruípe, Ilha de Santa Maria, Itararé, Resistência, Santo Antônio, São Pedro e Tabuazeiro).,

Participação de crianças e adolescentes

Diego Alves

Dia mundial da criança

Dia Mundial da Infância (Ampliar imagem)

Divulgação Semc

Foto da peça A Cigarra e a Formiga

Projeto Viagem pela Literatura

Crianças e adolescentes também têm voz nas ações e são incentivadas em vários movimentos. Por exemplo, na X Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Vitória, que aconteceu este mês, eles participaram ativamente das mesas de discussão sobre as políticas públicas para esse público.

No último dia 20 de novembro, quando foi celebrado o Dia Mundial da Infância, em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), crianças e adolescentes estudantes da rede municipal de ensino de Vitória viveram a gestão municipal por um dia. No fim, foi aprovada a criação de um conselho municipal de participação e protagonismo infantojuvenil de gestão da cidade.

Educação para o trânsito

Diversas ações de educação para o trânsito são promovidas pela Prefeitura de Vitória, por meio das secretarias municipais de Segurança Urbana (Semsu), de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana (Setran) e de Educação (Seme), que fazem parte do Programa “Vida no Trânsito”.

Desenvolver e reforçar valores e hábitos positivos nas crianças, de forma que elas possam refletir e melhorar a convivência no trânsito, diminuindo conflitos e acidentes. Foi com esse objetivo que a equipe de Projetos Sociais da Guarda Civil Municipal de Vitória participou do projeto Educação para o Trânsito da Escola Mundo Ciranda Educação Infantil, em Jardim da Penha.

Durante o evento, também aconteceu a formatura de escoteiros do trânsito. São 50 crianças que aprenderam sobre regras e responsabilidades no trânsito em parceria com a Guarda Municipal.

Cultura

O projeto Viagem pela Literatura, da Biblioteca Municipal Adelpho Poli Monjardim, faz um intenso trabalho de incentivo à prática da leitura em Vitória desde 1994.

Só em 2018 teve um público de 9.132 participantes em 96 apresentações de contação de histórias, peças teatrais baseadas em livros, oficinas e cursos para contadores de histórias, oficina de poesia, círculo de leitura, encontro com escritores, sarau poético e leitura em parques e praças.

Projetos apresentados em Congresso Internacional

No XV Congresso Internacional de Cidades Educadoras, realizado em novembro deste ano, representantes da Prefeitura de Vitória apresentaram projetos que se destacam por reforçar a sensação de que a cidade é de cada um dos moradores, um dos princípios de uma "cidade educadora".

Ao final do Congresso, Vitória e as demais cidades integrantes da Associação Internacional de Cidades Educadoras (AICE) assumiram compromisso com os princípios e valores expressos na Carta das Cidades Educadoras, que consagra o direito à cidade educadora a todos os cidadãos e cidadãs.

Sobre as Cidades Educadoras

O movimento foi iniciado em novembro de 1990, na cidade de Barcelona (Espanha), onde representantes de vários países reconheceram o papel educativo da cidade, que é um espaço cultural de aprendizagem permanente por si só.

Em 1994 foi fundada a AICE, da qual Vitória é associada desde 2012. Além disso, Vitória é a sede da Rede Brasileira de Cidades Educadoras no triênio 2017-2020 e integra o Comitê Executivo internacional da AICE.

O Comitê Gestor Intersetorial Vitória Cidade Educadora, criado pelo decreto 17.415/2018, reúne representantes de várias secretarias municipais com o objetivo de monitorar e acompanhar as políticas públicas municipais no assunto.

Imagem divulgação

Congresso de Cidades Educadoras

Congresso Internacional de Cidades Educadoras (Ampliar imagem)

Leonardo Silveira

Bairro Jardim da Penha e Praia do Canto

Vitória é a sede da Rede Brasileira de Cidades Educadoras no triênio 2017-2020 (Ampliar imagem)


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site