Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Últimos dias para visitar exposição das ostras gigantes no Museu do Pescador

Publicada em 27/02/2020, às 16h50

Por Ricardo Aiolfi (rabarone@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


  • Redução das desigualdades
  • Paz, justiça e instituições eficazes

Maycon Guimarães

Exposição do Museu do Pescador traz peças da comunidade para dentro do museu

Exposição traz peças da comunidade da Ilha das Caieiras para dentro do museu

Vai até domingo (1º) a exposição das Ostras Gigantes no Museu Histórico da Ilha das Caieiras, o Museu do Pescador. Para marcar a última semana, o expositor e pescador Haroldo Ferreira estará no local nesta sexta-feira (28), às 15h30, para falar sobre as peças expostas.

Itens tão comuns para a comunidade da Ilha das Caieiras viraram peças de exposição. Tarrafas, redes, remos, jereré, puçá, casquinhas de siri e até ostras gigantes - com cerca de 33 centímetros - estão entre os objetos expostos.

Nascido e criado na Ilha das Caieiras, Haroldo se apaixonou pela pesca ainda aos 7 anos, com influência do pai, também pescador.

No início dos anos 2000, quando Haroldo saiu para coletar ostras, teve uma surpresa ao encontrar de seis a oito delas medindo 33 centímetros. A novidade virou matéria de jornal e motivo de orgulho para a família. Agora, elas podem ser vistas como verdadeiras peças de museu. 

Fotos

Nas paredes do Museu do Pescador, penduradas em redes, é possível ainda encontrar fotos do universo da pesca, mostrando a extração de ostras, coleta de siris e pesca de peixes na Ilha das Caieiras. O Museu do Pescador é um espaço da Secretaria Municipal de Cultura (Semc). 

Próxima exposição

Já no dia 5 de março, uma nova exposição estará disponível para visitação no Museu do Pescador. Em "Da Ilha", do artista Igor Maia, arte, ciência e educação se entrelaçam para expressar como o cotidiano do bairro Ilha das Caieiras possui uma íntima relação com a vida marinha e estuarina.

Para além do saber biológico e ecológico, a ilustração científica quer evidenciar a implicação dessas espécies na vida das pessoas da comunidade sobre a ativação de saberes e fazeres comuns.

Igor Maia é graduado em Artes Visuais pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), é artista plástico, tatuador e professor de artes. O artista foi contemplado no edital de ocupação do Museu do Pescador, realizado pela Prefeitura de Vitória, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e do Fundo Municipal de Cultura (FunCultura). 

A Arte é Nossa

Além da exposição no Museu do Pescador, os visitantes podem conferir ainda as obras de arte urbana “Mulheres do Cais”, nas paredes externas do próprio museu e na praça anexa, e a obra “Pessoas, percurso e paisagem”, na própria rua do Museu: rua Felicidade Correia dos Santos. As obras fazem parte do projeto A Arte é Nossa, da Semc.

As duas obras buscam resgatar o cotidiano e a história da Ilha das Caieiras, remetendo ao universo do pescador, da desfiadeira de siri e da própria vivência dos moradores da comunidade. Nas paredes do museu, a frase “Águas Que Sustentam” remetem a essa relação da Ilha das Caieiras e às águas que cercam a comunidade.

Ambas obras foram realizadas pelo Coletivo Cidade Quintal, idealizadas pelos artistas Juliana Lisboa e Renato Pontello, que realizaram um trabalho de imersão na comunidade, buscando histórias e o próprio universo que embasa as obras. 

Visitação

O Museu do Pescador pode ser visitado de terça a sexta-feira, das 9 às 17 horas, e também nos finais de semana e feriados, das 11 às 15 horas. Grupos de visitantes podem agendar uma visita guiada por meio do telefone (27) 3323-9993.

No local, há ainda o funcionamento de um Centro de Atendimento ao Turista (CAT), da Companhia de Desenvolvimento, Turismo e Inovação de Vitória (CDV).


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site