Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Vacina contra febre amarela continua disponível em toda rede de saúde de Vitória

Publicada em 02/01/2018, às 15h55 | Atualizada em 10/01/2018, às 16h07

Por Milene Miguel (mjmiguel@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Leonardo Silveira

Nilzete - Profissional da Saúde aplicando vacina

Moradores podem procurar uma das 28 salas de vacinação da rede municipal de saúde para a imunização contra a febre amarela (Ampliar imagem)

Devido à circulação do vírus da febre amarela na Região Sudeste, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) mantém o alerta para que as pessoas que, por algum motivo, ainda não tenham recebido a dose de vacina procurem uma das 28 salas de vacinação do município, para a imunização contra a doença.

São elas: Andorinhas, Fonte Grande, Ilha das Caieiras, Jardim Camburi, Jardim da Penha, Maruípe, Praia do Suá, República, Resistência, Santa Luiza, Santo André, Santo Antônio, Vitória/Parque Moscoso, Alagoano, São Pedro V, da Penha, do Quadro, Grande Vitória, Consolação, Ilha de Santa Maria, Ilha do Príncipe, Itararé, Jabour, Jesus de Nazareth, Maria Ortiz, Santa Martha, São Cristóvão e Forte São João.

De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil enfrentou em 2016/2017 um grande surto de febre amarela, envolvendo, principalmente, os estados do Sudeste, com destaque para Minas Gerais e Espírito Santo. Por esse motivo, a Semus intensificou, no ano passado, a vacinação, com busca ativa das pessoas não vacinadas em Vitória. Entre os meses de fevereiro e dezembro, foram aplicadas 327.935 doses da vacina contra febre amarela.

"A vacina contra febre amarela que é ofertada pelo Calendário Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) é altamente imunogênica e é reconhecidamente uma das vacinas mais eficazes e seguras utilizadas para a prevenção da doença", relatou a gerente de Vigilância em Saúde, Arlete Frank Dutra.

Dose única

A partir de abril de 2017, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) passou a indicar dose única da vacina da febre amarela para áreas com recomendação de vacinação, como é o caso do Espírito Santo.

Portanto, a dose de reforço não é mais indicada por considerar que a imunidade protetora desenvolve-se dentro de 30 dias para cerca de 99% das pessoas que recebem uma dose de vacina.

Transmissão

O vírus da febre amarela é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados (Aedes aegypti). A doença não é passada de pessoa para pessoa. A vacina é a principal ferramenta de prevenção e controle da doença.

Sintomas

Os sintomas iniciais da febre amarela incluem o início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. A maioria das pessoas melhora após esses sintomas. No entanto, cerca de 15% apresentam um breve período de horas a um dia sem sintomas e, então, desenvolvem uma forma mais grave da doença.

Em casos graves, a pessoa pode desenvolver febre alta, icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia (especialmente a partir do trato gastrointestinal) e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos. Cerca de 20% a 50% das pessoas que desenvolvem doença grave podem morrer.

Depois de identificar alguns desses sintomas, procure um médico na unidade de saúde mais próxima e informe sobre qualquer viagem para áreas de risco nos 15 dias anteriores ao início dos sintomas e se você observou mortandade de macacos perto dos lugares que você visitou. 


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site