Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Ilha da Trindade, parte integrante de Vitória, é tombada pelo do Iphan

Publicada em 30/01/2011, às 10h00

Por Vitor Lopes (vialopes@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Deyvison Longui

Com colaboração de Com informações da Secretaria de Comunicação do Governo Federal


Foto divulgação

IIha da Trindade

Uma guarnição de 32 militares da Marinha Brasileira tem sua base na Ilha da Trindade

A Ilha da Trindade, localizada a 600 milhas náuticas (1.200 Km) da costa brasileira, pertencente à União e integrante do município de Vitória, foi tombada provisoriamente pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A formação de origem vulcânica vai ser protegida pelo governo Federal até a conclusão do processo de tombamento definitivo.

O governo reconheceu o excepcional valor histórico e paisagístico da Ilha, a ser inscrita nos Livros do Tombo Histórico e do Tombo Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico, após ser submetida ao Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural.

Citada na literatura e na historiografia, desde 1501, quando foi localizada pelo navegador galego João da Nova, a Ilha da Trindade é a mais distante e oriental porção do território nacional emersa em águas oceânicas, o que lhe confere relevante valor simbólico.

A excepcionalidade paisagística do local está na singular formação geológica, resquício do cone de um grande vulcão submarino. A expressão paisagem cultural define uma porção peculiar do território nacional representativa do processo de interação do homem com o meio natural, à qual a vida e a ciência humana imprimiram marcas ou atribuíram valores.

São exemplos de bens já tombados pelo Iphan e inscritos no Livro do Tombo Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico: o Encontro das Águas dos Rios Negro e Solimões, no Amazonas, a paisagem cultural em Santa Tereza, no Rio Grande do Sul, e os Lugares Sagrados dos Povos Indígenas do Alto Xingu, no Mato Grosso.

Sobre a ilha

Foto divulgação

IIha da Trindade

A formação de origem vulcânica vai ser protegida pelo governo Federal até a conclusão do processo de tombamento definitivo

O arquipélago de Trindade e Martim Vaz é constituído por duas ilhas principais (Trindade e Martim Vaz), separadas por 48 quilômetros, que somam uma área total de 10,4 km².

As ilhas são consideradas pelos navegadores como um imenso paredão no meio do Atlântico.

São desabitadas, à exceção de uma guarnição de 32 militares da Marinha Brasileira, que têm sua base na Ilha da Trindade, esta com 9,2 quilômetros quadrados de área.

A ilha de Trindade tem numerosos centros vulcânicos, sendo a atividade vulcânica mais recente datada de aproximadamente 50 mil anos no Vulcão Paredão, ponto mais ao sudeste da ilha.

Na ilha de Trindade ocorre cinco vulcões acima do nível do mar. O vulcão denominado Complexo de Trindade é o mais antigo dos cinco.


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Comente esta notícia

Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site