Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Som alto: fiscais já notam mudança de comportamento após decreto de proibição

Publicada em 13/03/2018, às 14h04

Por Amilton Freixo de Brito (afbrito@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Divulgação Semmam

Disque-Silêncio fiscaliza som alto na Rua da Lama

Fiscais do Disque-Silêncio intensificam trabalho para evitar a perturbação a partir do som alto de veículos (Ampliar imagem)

A poucos dias de completar um mês em vigor, no próximo dia 16, o decreto 17.304/2018, que proíbe a utilização de equipamentos que produzem som audível pelo lado externo dos veículos, independentemente do volume ou frequência, já começou a mudar o comportamento das pessoas.

Isso foi notado pelos fiscais na Rua da Lama, em Jardim da Penha, onde predominava o som alto e o excessivo número de reclamações junto ao Disque-Silêncio.

Em quatro semanas, a serem completados na próxima sexta-feira (16), a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam) aplicou 28 multas no valor de R$ 6.534,56 cada, totalizando R$ 182.967,68.

"O maior resultado que estamos conseguindo é a mudança de comportamento dos frequentadores da Rua da Lama. Nas duas primeiras semanas, tivemos muito trabalho na fiscalização e, a partir da terceira semana, já notamos a mudança de conduta do frequentador do local, que agora sabe que, se não mudar a forma de ouvir o seu som, com certeza receberá uma multa, que é bem salgada", destacou o chefe do Disque-Silêncio, Alexandro Amaral.

Para o secretário municipal de Meio Ambiente, Luiz Emanuel Zouain, a mudança de comportamento já era esperada. "Para tudo existe um limite, e até para o som de carros esse limite deve existir e tem que ser respeitado. Todos têm direito ao lazer, mas o descanso de quem não está no lazer precisa ser respeitado. Hoje, os problemas e reclamações são bem menores", destacou o secretário.

Divulgação Semmam

Disque-Silêncio fiscaliza som alto na Rua da Lama

Rua da Lama, em Jardim da Penha, é tradicional ponte de encontro de pessoas de todas as idades (Ampliar imagem)

Ele emendou: "Quem desobedecer à lei e não tiver critérios para ouvir o seu som poderá ser penalizado. O melhor, sempre, é cumprir a lei", finalizou.

Normas

Com o decreto, o infrator que não cumprir a ordem de redução do volume ainda pode ter o equipamento apreendido e, se necessário, o próprio veículo pode ser apreendido, com a ajuda da Guarda Municipal ou da Polícia Militar.

Antes, para ser multado, o veículo que estivesse com o som alto, incluindo carros de som, tinha que ter o som aferido pelo decibelímetro (equipamento para aferimento de excesso de som). Agora, se o som alto for audível do lado externo, já é passível de multa.

Os aparelhos que produzem som alto fora dos veículos estão proibidos nas vias abertas à circulação em Vitória. O objetivo é evitar a perturbação do sossego dos moradores.


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site