Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Maria Ortiz faz caminhada para alertar sobre dengue na comunidade

Publicada em 07/05/2019, às 15h42

Por Giovana Rebuli Santos (girsantos@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


André Sobral

Ação Dengue Maria Ortiz

Servidores da US de Maria Ortiz vão às ruas para alertar a população sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti (Ampliar imagem)

Nesta quarta-feira (8), a comunidade de Maria Ortiz vai participar da "Caminhada da Saúde". O evento, organizado pela equipe da Unidade de Saúde (US) de Maria Ortiz, terá início às 8 horas e contará com a participação de mais de 200 pessoas, que sairão em direção ao campo Ouro Preto, no mesmo bairro.

Essa ação iria acontecer em 10 de abril, mas, devido às chuvas, acabou sendo adiada. Durante a caminhada, dezenas de pessoas, inclusive alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Reinaldo Ridolfi, abordarão a população alertando sobre os riscos do mosquito Aedes aegypti e dos principais criadouros do inseto.

No campo Ouro Preto, um coral formado pelos idosos do Centro de Convivência para Terceira Idade (CCTI) de Maria Ortiz vai receber os participantes. Algumas crianças do Cajun farão uma apresentação de capoeira e a equipe do Serviço de Orientação ao Exercício (SOE) dará uma aula de zumba.

Orientações

Quem prestigiar o evento poderá ainda conferir orientações sobre saúde bucal, infecções sexualmente transmissíveis, tabagismo, tuberculose e fonoaudiologia.

União

Para a secretária municipal de Saúde, Cátia Lisboa, esse é o momento ideal para aproximar e fortalecer os vínculos da comunidade com os serviços de saúde. "Saúde significa qualidade de vida. Portanto, cuidar da saúde é mais do que buscar atendimento quando se está doente, é também trabalhar para evitar o adoecimento. Nesse momento, queremos mostrar que estamos todos unidos com esse objetivo".

Liraa

O primeiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2019, realizado em fevereiro, concluiu que os principais criadouros do mosquito continuam sendo recipientes domésticos: ralos de banheiro, calhas, pratos para vasos de plantas e tonéis de água.

O levantamento apontou ainda que, a cada 100 imóveis, uma média de 1,8 apresentavam focos do mosquito, o que é considerado um risco médio de infestação por Aedes na capital. A população, portanto, não pode descuidar dos locais que tradicionalmente acumulam água.

"A orientação é que as pessoas permaneçam realizando vistoria de suas casas e imóveis em geral pelo menos uma vez por semana para eliminar depósitos com água parada e, assim, romper o ciclo de vida do mosquito. Além dessas ações, a Prefeitura faz o tratamento dos criadouros naturais dos mosquitos silvestres e comuns, com aplicação de larvicida biológico", disse a gerente de Vigilância em Saúde, Arlete Frank Dutra.

Serviço
Caminhada da Saúde
Quando: 8 de maio, quarta-feira, a partir das 8 horas
Saída: Unidade de Saúde de Maria Ortiz - rua Professor Renato Ribeiro dos Santos, 271
Chegada: campo Ouro Preto

Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site