Notícias

Prefeitura, Cesan e empreiteiras reprogramam obras do Águas Limpas na cidade

Publicada em 31/01/2011, às 19h10 | Atualizada em 31/01/2011, às 19h16

Por Isabela Bessa, com edição de Deyvison Longui


Samira Gasparini
Mudança Trânsito Reta da Penha
Somete após a liberação total da avenida Leitão da Silva é que serão iniciadas as intervenções na Reta da Penha, na altura da rua das Palmeiras

O início das obras de construção de rede de esgoto do programa Águas Limpas na avenida Nossa Senhora da Penha, em Santa Luzia, e na rua Josué Prado, no Centro de Vitória, foi reprogramado na tarde desta segunda-feira (31).

A decisão foi adotada a partir da avaliação da requisição de novos trechos de interdição de vias para obras, em reunião da qual participaram técnicos da Secretaria Municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana (Setran), representantes da Cesan e das empreiteiras que realizam as intervenções.

Com isso, as obras que estão sendo realizadas na avenida Leitão da Silva, próximo à rua das Palmeiras, seguirão até a rua Gilberto Varejão Dias (antiga rua dos Correios). Somente após a liberação total da Leitão da Silva é que serão iniciadas as intervenções na Reta da Penha.

 No Centro de Vitória, a interdição parcial da avenida Jerônimo Monteiro seguirá até o dia 21 de fevereiro. As obras serão interrompidas e a via liberada para a passagem dos carros alegóricos do Carnaval de Vitória. As intervenções terão continuidade após o dia 9 de março.

Pela reprogramação, a interdição da rua Josué Prado está prevista para começar no dia 21 de fevereiro. O secretário municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana, Domingos Sávio Gava, explicou que a alteração é necessária, em virtude das ocorrências imprevistas, como, por exemplo, na rua Pedro Nolasco, na Vila Rubim, e na avenida Jerônimo Monteiro, no último final de semana.

"O planejamento é realizado de forma a causar o menor impacto possível para o trânsito da cidade. Além dos imprevistos que podem ocorrer nesse tipo de obra, estamos num período de volta às aulas, o que deverá, até a próxima semana, aumentar o fluxo de veículos nos horários de pico nos principais corredores", sustentou Sávio Gava.


Voltar ao topo da página