Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Futebol promove integração e inclusão de pessoas em situação de rua

Publicada em 13/09/2019, às 16h43 | Atualizada em 13/09/2019, às 17h12

Por Paula M. Bourguignon (pmacbourguignon@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Guiomedce Paixao

Futebol callejero

Pessoas em situação de rua disputaram partidas de futebol callejero no Tancredão

Guiomedce Paixao

Futebol callejero

"É muito importante porque incentiva as pessoas a querer sair das ruas e buscar uma vida mais digna", afirmou Mateus

Pessoas em situação de rua de Vitória, Serra e Vila Velha participaram de partidas de futebol callejero no Tancredão, na manhã desta sexta-feira (13).

O futebol callejero (de rua, em português) foi concebido como uma resposta às crises que afetam e atravessam o “ser jovem” na América Latina. Ele parte do poder mobilizador do futebol para atrair a atenção e criar vínculos entre os participantes. O clima de inclusão social e descontração tomou conta dos jogadores. 

"É muito importante porque incentiva as pessoas a querer sair das ruas e buscar uma vida mais digna e uma nova oportunidade", disse Mateus Miranda, de 37 anos.

"O futebol serve para tirar nossa adrenalina e relaxar a nossa mente. Nosso dia a dia é meio corrido e agitado nas ruas. Muito bom quando nos reunimos assim", declarou Vilson Costa, de 52 anos.

"Amo jogar futebol. Proporciona lazer e saúde. Hoje estamos promovendo a união de todos aqui", comentou Ari Anselmo dos Santos, de 50 anos.

"O futebol callejero é honesto. Trabalha a compreensão de um com o outro. Temos a mistura de vários Centros-Pop hoje, e isso é muito bacana. Todos aqui estão tendo a oportunidade de ressocializar", declarou Lucas Rosendo, de 30 anos.

"No futebol, conseguimos nos concentrar em uma coisa só: a bola. Vim hoje aqui para incentivar meus amigos. Tudo que é promovido com respeito faz a diferença em nossas vidas. Essa atividade pode resgatar muitos de nós das ruas. Quem mais ganha somos nós", disse Joilson Santos, de 50 anos.

"Estamos aqui para motivar a continuar nesse propósito de vencer, independente de qual for a meta de cada um. Só de chegarmos até aqui somos mais que vencedores", afirmou Alamo Tel Brater, de 43 anos.

Guiomedce Paixao

Futebol callejero

"O futebol serve para tirar nossa adrenalina e relaxar a nossa mente. Nosso dia a dia é meio corrido e agitado nas ruas", declarou Vilson

Guiomedce Paixao

Futebol callejero

"O futebol callejero é honesto. Trabalha a compreensão de um com o outro", disse Lucas

Convívio

"O futebol callejero é uma modalidade diferente do tradicional, em que trabalhamos, principalmente, o respeito, a solidariedade e o companheirismo. Com isso, conseguimos trabalhar também a mediação e a redução de danos. Porque os assistidos reduzem o consumo de substâncias para estarem bem para poder jogar", explicou o psicólogo do Centro-Pop, Lucas Torquato.

Amizade

"A atividade física é importante para a promoção da saúde das pessoas em situação de rua. Muitos, às vezes, não dormem à noite. Essa atividade, então, proporciona bem-estar, além de melhorar a respiração e a flexibilidade", ponderou Carlos Oliveira, que atuou como voluntário da ação.

Solidariedade

"Hoje conseguimos promover a igualdade e a cordialidade entre todos os assistidos dos Centros-Pop. Estamos colocando em prática o que tentamos transmitir para eles no nosso dia a dia, aém de fazermos esse intercâmbio com os Centros-Pop de Vila Velha e Serra", falou o educador social Henrique dos Anjos.

"O futebol já é coletivo. Junto a isso, desenvolvemos a harmonia, o diálogo e a aproximação de todos. Às vezes, a vida é tão corrida que não dá tempo de conversar e ter uma amizade com o outro. Buscamos também trabalhar a solidariedade. É uma troca mútua deles com a gente e nós com eles", disse o educador social João Batista Amorim de Oliveira.

"Nas partidas de futebol callejero, desenvolvemos a inclusão social entre os assistidos e três vertentes: o compromisso, o respeito e a solidariedade. Não é um campeonato para se competir, mas para promover a integração de todos", disse Zilane Ferreira Lima, supervisora técnica do Centro-Pop de Vitória.

Coletividade

"O futebol callejero já é uma experiência trazida pelas pessoas em situação de rua no passado. Este ano, reunimos os coordenadores dos Centros-Pop de Vitória, Sera e Vila Velha e pensamos que isto faz parte da cultura do ser humano: a questão do esporte e do lazer. O nosso objetivo principal não é fazer gols, mas promover a coletividade e o respeito com essas partidas amistosas", declarou o coordenador do Centro-Pop, Mauro Motta.

Guiomedce Paixao

Futebol callejero

"Estamos aqui para motivar a continuar nesse propósito de vencer, independente de qual for a meta de cada um", declarou Alamo

Guiomedce Paixao

Futebol callejero

"O futebol callejero é uma modalidade em que trabalhamos, principalmente, o respeito, a solidariedade e o companheirismo", explicou Lucas


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site