Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Parceria doa 16 mil livros a Emefs para ampliar leitura nas comunidades

Publicada em 18/07/2014, às 10h18

Por Carmem Tristão (ctristao@vitoria.es.gov.br) | Com edição de SEGES/SUB-COM


Mile4 Assessoria de Comunicação

Projeto Salas de Leitura

Cristina Oldemburg, diretora do Instituto Oldemburg, falou da importância de firmar a parceria para a implantação das "Salas de Leitura" em Vitória

Mile4 Assessoria de Comunicação

Projeto Salas de Leitura

Adriana Sperandio, secretária municipal de Educação, reforçou que a leitura é um instrumento que favorece o processo de aprendizagem (Ampliar imagem)

A leitura de um bom livro é um diálogo incessante, pois o livro fala e a alma responde. Sendo assim, que valor tem um conjunto de escolas ganhar 16 mil livros e abrir as portas para a comunidade onde estão inseridas?

Numa parceria firmada nesta quinta (17) entre a Secretaria Municipal de Educação (Seme), Chocolates Garoto e o Instituto Oldemburg, e por meio do projeto “Leitura para Todos - Sala de Leitura”, 16 salas de leitura serão implantadas em Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emefs) e no Parque Barreiros, que vai receber a primeira Casa do Ler e do Saber da capital fora do ambiente escolar.

Cada espaço receberá uma coleção com mil exemplares de livros de títulos diversificados, totalizando 16 mil obras no acervo municipal, oportunizando cada vez mais a construção de leitores ativos e emancipados. Ao todo, 15 Emefs serão contempladas, impactando diretamente 11.425 alunos matriculados nos turnos matutino, vespertino e noturno. Considerando a proposta do projeto, que é abrir as portas da escola para que a comunidade tenha acesso à biblioteca, um número muito maior de pessoas será atingido.

Leitura

"Nós temos aqui hoje reunidos um grupo de pedagogos, diretores e bibliotecários que já têm iniciativas importantes em suas unidades escolares, fazendo do livro e da leitura um instrumento significativo no processo de libertação e conservação dos meninos e das meninas que estão nas nossas escolas", disse a secretária municipal de Educação, Adriana Sperandio.

O fato de todas as Emefs de Vitória já possuírem biblioteca própria chamou a atenção da diretora do instituto, Cristina Oldemburg. "Isso, para mim, é inédito. Tanto é que serão necessárias adequações na dinâmica e metodologia da formação dos profissionais envolvidos, uma vez que estamos acostumados com espaços que não possuem biblioteca. É a primeira vez que identifico um município com escolas completamente equipadas", disse.

"Nós sempre vamos responder 'sim' para as ações que possam promover a educação e a escola, o livro e a leitura, porque sabemos que é instrumento que pode favorecer o processo de aprendizagem, que é um desafio para todos nós", complementou a secretária, lembrando que a Seme possui o projeto "Se Liga na Leitura", que busca realizar ações para o fomento e promoção da cultura de valorização da leitura na escola.

Escolas

Serão contempladas as escolas Adevalni Sysesmundo Ferreira de Azevedo (Jardim Camburi), Alberto de Almeida (Santo Antônio), Ceciliano Abel de Almeida (Itararé), Edna de Mattos Siqueira Gaudio (Jesus de Nazareth), Eliane Rodrigues dos Santos (Ilha das Caieiras), Eunice Pereira Silveira (Tabuazeiro), Heloísa Abreu Júdice de Mattos (Bela Vista), Izaura Marques da Silva (Andorinhas), Juscelino Kubitschek de Oliveira (Maria Ortiz), Maria José Costa Moraes (São José), Maria Stella de Novaes (Grande Vitória), Moacir Avidos (Ilha do Príncipe), Neusa Nunes Gonçalves (Nova Palestina), Padre Anchieta (Ilha de Santa Maria), Rita de Cássia Silva Oliveira (Resistência) e o Parque Municipal de Barreiros.

Elizabeth Nader

Alunos estudando na biblioteca da Emef experimental da Ufes

Todas as Escolas Municipais de Ensino Fundamental já contam com bibliotecas próprias

Elizabeth Nader

Alunos estudando na biblioteca da Emef experimental da Ufes

Cada uma das 16 Emefs contempladas vai receber um acervo de mil exemplares educativos

Impressões

"Parcerias como essa potencializam o trabalho já realizado na nossa unidade de ensino. Primeiro porque aumenta o nosso acervo, e as possibilidades serão ampliadas. Isso vai possibilitar que a gente diversifique um pouco mais e aumente o acesso da comunidade nas nossas bibliotecas", disse o diretor da Emef Neusa Nunes Gonçalves, Roberto de Oliveira.

"Nós sempre vimos na biblioteca espaço primordial de ampliação das possibilidades de desenvolvimento do conhecimento. Como consequência dos anos anteriores, agora em 2014 estamos com um projeto de leitura e escrita, em que priorizamos a presença do aluno na biblioteca. Essa parceria é um presente para a nossa escola, uma vez que vem ampliar o acervo da nossa biblioteca", comentou o diretor da Emef Rita de Cássia Oliveira, Valentim Bastos Fernandes.

A Emef Alberto de Almeida possui o projeto "Festa do Livro", que todos os anos leva os alunos a um passeio não só pelas páginas, mas também pela cidade brasileira retratada nos livros estudados. "Essa parceria possibilita um número maior no nosso acervo para trabalhar junto com a comunidade. E a partir disso você começa a distribuir essas obras literárias e de outros gêneros, que vai promover o enriquecimento cultural dessa comunidade", disse o diretor José Cláudio Fardim.

Implantação

A implantação do projeto "Leitura para Todos - Sala de Leitura" será feita em três etapas. A primeira já aconteceu, com um workshop realizado nesta quinta (17), que reuniu 70 gestores dos espaços que vão receber as intervenções. A segunda será a capacitação de agentes de leitura para serem os "gestores" das salas, a serem escolhidos pelos responsáveis de cada escola. A terceira etapa será a de inauguração dos espaços, prevista para ser iniciada em setembro.

Os livros educativos passarão a compor o acervo literário das unidades e estarão disponíveis gratuitamente para consulta e empréstimo. Ao todo, são 500 títulos de autores nacionais e estrangeiros, sendo que cada título contará com dois exemplares: um para empréstimo e outro para leitura na própria sala.

As Salas de Leitura também serão uma forma de homenagear um importante autor brasileiro: o poeta e tradutor amazonense Thiago de Mello.

Divulgação Seme

Festa do Livro em Trancoso

Emef Alberto de Almeida possui o projeto "Festa do Livro", que leva os alunos para conhecer cidades históricas retratadas nos livros

Arquivo PMV-SECOM

Livros em cima de uma bancada

Proposta do projeto é abrir as portas das escolas para que a comunidade tenha acesso à biblioteca


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Comente esta notícia

Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site