Acesso rápido:

Prefeitura de Vitória

Secretaria de Cultura

Publicada em 06/02/2010, às 03h20 | Atualizada em 06/02/2010, às 03h41

Por José Carlos Mattedi, com a colaboração de Brunella França

A folia de reis e boi pintadinho nas histórias da cidade de Muqui

Carlos Antolini

Ala da Escola de Samba São Torquato

Carlos Antolini

Ala das Baianas da Escola de Samba São Torquato

A Independentes de São Torquato, entrou na avenida a uma e quarenta da madrugada, e convidou os foliões que foram ao Sambão para uma viagem no trem da folia que partiu da Estação de Vila Velha e passou por São Torquato, levando muita gente a conhecer as histórias de Muqui, a Cidade Menina, com seus centenários casarões e palacetes, o rico folclore das folias de reis e dos bois pintadinhos. O trem reportava  a antiga Maria Fumaa

O primeiro setor da escola representou O Ouro Verderiqueza, uma referência ao café, do qual a cidade era maior produtora do País no início do século XX. A comissão de frente veio caracterizada de Palhaços da Folia. Eles foram os guias da viagem pela Cidade Menina. O carro abre-alas, batizado de O Trem da Folia, fez uma alusão a antigos carnavais, com direito a destaques de Pierrô e Colombina.

Em seguida, chegou a riqueza produzindo beleza e cultura. O segundo setor trouxe tripés representando postes de art noveau. O segundo carro, Casarões e Palacetes, era a riqueza arquitetônica local e o luxo da alta sociedade, no qual se sobressaem as damas elegantes. Quem também compôs este setor da escola foi a bateria.

O terceiro setor foi dedicado ao padroeiro do município, São João. Na alegoria Matriz em festa, a composição era a festa junina, com direito a Arcanjo João e Quadrilha. A rica cultura popular muquiense foi representada no quarto setor da escola com a Folia de Reis, o Boi Pintadinho, a Vaca Mocha e as Mulinhas.

No último carro alegórico, No carnaval da vermelho e branco, sou brincante, sou sambista, seis bois que saiam em blocos muquieses estavam representados. E o município do sul do Estado marcou presença no desfile. A ala Vaca Mocha foi toda composta por cidadãos muquienses. 

Carlos Antolini

Bateria da Escola de Samba São Torquato

Carlos Antolini

Escola de Samba São Torquato

Com edição de Deyvison Longui

Informações à imprensa:

José Carlos Mattedi (jcmattedi@vitoria.es.gov.br)

Tel(s).: 3132-8534

Saiba mais sobre Cultura.

Voltar para o topo

Outras notícias

Todas as notícias

Voltar para o topo

Mídias institucionais

Canais de comunicação

Prefeitura Municipal de Vitória - Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1927 - Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945 - Telefone: (27) 3382-6000
Política de Privacidade | Contato