Atalhos de teclado:

Atalhos para serviços

Notícias

A folia de reis e boi pintadinho nas histórias da cidade de Muqui

Publicada em 06/02/2010, às 03h20 | Atualizada em 06/02/2010, às 03h41


Carlos Antolini

Ala da Escola de Samba São Torquato

Carlos Antolini

Ala das Baianas da Escola de Samba São Torquato

A Independentes de São Torquato, entrou na avenida a uma e quarenta da madrugada, e convidou os foliões que foram ao Sambão para uma viagem no trem da folia que partiu da Estação de Vila Velha e passou por São Torquato, levando muita gente a conhecer as histórias de Muqui, a Cidade Menina, com seus centenários casarões e palacetes, o rico folclore das folias de reis e dos bois pintadinhos. O trem reportava  a antiga Maria Fumaa

O primeiro setor da escola representou O Ouro Verderiqueza, uma referência ao café, do qual a cidade era maior produtora do País no início do século XX. A comissão de frente veio caracterizada de Palhaços da Folia. Eles foram os guias da viagem pela Cidade Menina. O carro abre-alas, batizado de O Trem da Folia, fez uma alusão a antigos carnavais, com direito a destaques de Pierrô e Colombina.

Em seguida, chegou a riqueza produzindo beleza e cultura. O segundo setor trouxe tripés representando postes de art noveau. O segundo carro, Casarões e Palacetes, era a riqueza arquitetônica local e o luxo da alta sociedade, no qual se sobressaem as damas elegantes. Quem também compôs este setor da escola foi a bateria.

O terceiro setor foi dedicado ao padroeiro do município, São João. Na alegoria Matriz em festa, a composição era a festa junina, com direito a Arcanjo João e Quadrilha. A rica cultura popular muquiense foi representada no quarto setor da escola com a Folia de Reis, o Boi Pintadinho, a Vaca Mocha e as Mulinhas.

No último carro alegórico, No carnaval da vermelho e branco, sou brincante, sou sambista, seis bois que saiam em blocos muquieses estavam representados. E o município do sul do Estado marcou presença no desfile. A ala Vaca Mocha foi toda composta por cidadãos muquienses. 

Carlos Antolini

Bateria da Escola de Samba São Torquato

Carlos Antolini

Escola de Samba São Torquato


Informações à imprensa:

Por José Carlos Mattedi (jcmattedi@vitoria.es.gov.br) | Tel(s).: 3132-8534

Com edição de Deyvison Longui

Com colaboração de Brunella França


Voltar para o topo

Voltar ao topo do site
Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000